Notícias



Uma viagem de trem pelos biomas do Brasil


Sentados, à espera de atendimento, os pacientes do Hospital da Criança de Brasília (HCB), e seus acompanhantes, costumam ser chamados pelo sistema de som para comparecerem ao Pantanal, ao Cerrado ou à Amazônia. Não estranhe se você ouvir a mensagem. É que toda a ambientação do hospital, inaugurado em 23 de novembro de 2011, foi inspirada em alguns biomas brasileiros.


Com foco no atendimento humanizado e com a preocupação de não retirar do paciente o direito de continuar sendo criança, priorizou-se no projeto do hospital a luminosidade, o amplo espaço e as cores. O tema escolhido para a ambientação foi "Uma viagem de trem pelos biomas do Brasil".   Assim, cada unidade do hospital recebeu nomes especiais: Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa, Pantanal, Sertão (para descrever a Caatinga) e Litoral (que não é um bioma, mas foi utilizado livremente para lembrar o papel do mar no Brasil).


DIFERENÇAS

"Todas as áreas são caracterizadas, respeitando as diferenças de fauna e flora de cada ecossistema, com objetivo, ainda, de traduzir a diversidade cultural do Distrito Federal", explica Carlos de Andrade, assessor de comunicação do HCB.   No Pantanal e no Pampa funcionam os ambulatórios; no Litoral, a internação; na Mata Atlântica são feitos os exames de imagem; no Cerrado, os exames de laboratório; na Amazônia funcionam as unidades de terapia; e no Sertão, a área administrativa. Para cada setor foram criados personagens que também servem para identificação do local.

Os desenhos foram feitos por um artista plástico de Recife, ainda na época da criação do hospital. "A ideia é ter esse aspecto lúdico num local que é voltado exclusivamente para o tratamento de crianças", conta Andrade.


O INÍCIO

A criação do HCB começou quando a Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace), instituição reconhecida e atuante no Distrito Federal, percebeu a necessidade de ir além da assistência às famílias de crianças portadoras de câncer.  Com esse intuito, moveu esforços e mobilizou a sociedade civil para erguer um centro especializado, com recursos plenos e gerenciamento eficiente para o tratamento integrado e multiprofissional da criança e do adolescente. Assim nasceu o projeto do Hospital da Criança de Brasília José Alencar, que atende crianças de 28 dias a 18 anos, integralmente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).


INSTALAÇÕES

Todo o serviço de oncopediatria do Hospital de Apoio e o ambulatório pediátrico do Hospital de Base foram transferidos para o Hospital da Criança. O funcionamento do HCB é financiado com recursos do Governo do Distrito Federal (GDF), que cedeu alguns profissionais de saúde como médicos, enfermeiros e nutricionistas.

O HCB tem sete mil m² construídos, 30 consultórios médicos, 22 leitos de internação. Ainda será construído um segundo prédio que terá dois pavimentos, 21 mil m² e 202 leitos (20 de UTI e 18 de cuidados intermediários), um Centro Cirúrgico e um Centro de Ensino e Pesquisa. Além disso, existem duas brinquedotecas hospitalares, que atendem crianças e acompanhantes que aguardam consulta ou tratamento.




Fonte: Ministério do Meio Ambiente
MMA - Hospital infantil com temática ambiental

Publicado em 16/10/2015


webTexto é um sistema online da Calepino
Marcos Criação